Coisas que fizemos e não fizemos

Uma comédia dramática musical de Matheus Souza

As coisas que fizemos e não fizemos é uma história de amor sobre duas pessoas perdidas que um dia se encontram. É, também, a triste história de separação de um casal. Ou uma ficção científica sobre uma máquina criada em futuro não muito distante que permite que as pessoas vivam dentro de seus sonhos ao invés da vida real. Pode ser interpretada apenas como uma comédia romântica sobre os melhores momentos de um namoro. Ou ainda como uma reflexão sobre aquele momento em que você percebe que virou um adulto. Hora de curtir ao máximo o que pode ser seu último ano de juventude? Ou de se estabilizar para garantir o futuro? Ah, a peça também é um musical com canções do ícone do Indie Rock, Stephin Merritt.

Mas, acima de tudo, As coisas que fizemos e não fizemos é sobre a dificuldade de esquecer alguém. Ou de, pelo menos, parar de lembrar desse alguém o tempo todo.

O autor e diretor Matheus Souza, um dos principais nomes da cultura carioca, atuando na Tv, Cinema e Teatro, tem se mostrado eficiente em suas reflexões sobre sua própria geração. Seja em sua coluna semanal para a Megazine, setor jovem do jornal O Globo, ou em seu primeiro filme, “Apenas o fim”. Vencedor do prêmio de melhor filme pelo júri popular nos festivais de cinema do Rio de Janeiro e de São Paulo, o longa-metragem foi agraciado com ótimas críticas que o qualificaram como “o olhar de toda uma geração” e “uma luz no fim do túnel do cinema brasileiro”.

Lua Blanco é uma atriz e cantora brasileira. Protagonizou Rebelde, exibida entre março de 2011 e outubro de 2012, e participou das telenovelas Três Irmãs e Malhação. Desde 2006, faz parte do grupo “Lágrima Flor”, como vocalista. Afastou-se da banda temporariamente para se dedicar a Rebelde. O primeiro álbum da banda Rebeldes, da qual Lua faz parte, vendeu mais de 40 mil cópias e ganhou disco de ouro e de Platina. Lua tem vários fãs clubes pelo Brasil.

Giselle Batista estreou na televisão na série da Rede Globo “Mulher Invisível”, ao lado do ator Selton Mello. Com a irmã gêmea Michelle, participou do elenco de “Clandestinos – O Sonho Começou”, peça de João Falcão, que foi adaptada para uma série pela Globo, em 2010. Participou também de Malhação. Além das séries de TV “Aline” (Globo), “Natália” (TV Brasil) e “Morando Sozinho” (Multishow). Em 2012, trabalhou em ”Cheias de Charme”. Já no cinema, fez “High School Music – O Desafio” e o curta-metragem “Alguns Nomes do Impossível”. No teatro, atuou no espetáculo “Voce Está Aqui”, com direção de Fernando Ceylão.

Ficha técnica

Direção e roteiro: Matheus Souza
Elenco: Lua Blanco, Giselle Batista e Matheus Souza
Banda: João Telles – violão / guitarra / ukulele / voz,  Jonas Hammar – percussão, Pablo Paleologo – teclado / voz, Rique Meirelles – violino / hurdy-gurdy
Direção Musical e Versões: Pablo Paleologo
Cenografia:Carolina Camargo, Isabel Pedrosa e Laura Landau
Iluminação: Rodrigo Belay
Figurinos: Elisa Faulhaber
Artes Gráficas:Tiago Elcerdo
Direção de produção: Renata Paschoal
Assessoria de Imprensa: Leila Meirelles
Realização Forte Filmes

coisas_esquema